Radiofrequência X Laser X Ultrassom

As três principais tecnologias usadas para rejuvenescimento facial ainda causam confusão. Saber como e quando optar por uma delas é um desafio.

Para conseguir um efeito sinérgico e potencializado, a dermatologista Bettina Sanson esclareceque o ideal é combinar essas três técnicas. A radiofrequência usa ondas de rádio na faixa de 3 Hz a 300GHz, por isso a diferença tão grande na efetividade de resultados, dependendo do aparelho. Essas ondas conseguem romper traves de fibrose e fazer microtraumas na derme, estimulando, assim, a formação de colágeno.

Essa técnica é ideal para manter resultados alcançados com tecnologias mais avançadas, como o laser e o ultrassom microfocado.
A mais recente geração de lasers, como o Fotona®, age profundamente na pele sem danificar a superfície, ou seja, sem período de recuperação. Essa técnica age por aquecimento em todas as camadas da pele, atingindo até a fáscia muscular.

O ultrassom microfocado Ulthera® foi desenvolvido para proporcionar efeito liftingsem cirurgia. As ondas de som atuam também na fáscia muscular, que sustenta o rosto, provocando microda-
nos térmicos e, consequentemente, retração de tecidos, reposicionando a face. Então fica fácil: combinando o laser e o ultrassom, conseguimos o efeito de reposicionamento do rosto e, para manutenção deste efeito, usamos radiofrequência multipolar. É impossível definir qual é a melhor tecnologia, já que as três são complementares.


A importância do toque

 A maioria dos diagnósticos são visuais e táteis. Como dermatologista, tenho que chegar bem ...
Conheça mais

Clínica de Dermatologia [Ulthera para rejuvenescimento]

Atriz premiada, produtora norte-americana e dona de uma boutique com o próprio nome, Sarah Jessica ...
Conheça mais

Clínica de Dermatologia [Criolipólise]

O CoolTech® é Criolipólise e permite o resfriamento intenso das células de gordura, fazendo com ...
Conheça mais